terça-feira, 8 de março de 2016

VOCÊ É ESSA MENINA? Então preste atenção nos detalhes!


Ele não te bate, mas faz você pensar que a vida sem ele não vai mais ter importância.
Ele não te bate, mas você começa a mentir sempre com medo do que ele possa pensar e dizer. 
Ele não te bate, mas você se afasta da sua família, dos seus amigos, e de tudo que possa (de longe) causar uma briga.
Ele não te bate, mas na primeira oportunidade liga o notebook da sua irmã para abrir sua rede social e ler suas conversas.
Ele não te bate, mas te enche de perguntas sobre o passado e te julga por cada pessoa que você tenha se envolvido.
Ele não te bate, mas analisa seus amigos e separam entre os que servem pra andar e os que não servem.
Ele não te bate, mas a lista dos amigos que você pode andar fica cada dia mais restrita e você mais sozinha.
Ele não te bate, mas não gosta que você tenha senha no celular.
Ele não te bate, mas se ofende toda vez que você quer sair só com suas amigas.
Ele não te bate, mas reclama das suas roupas por vezes curtas, por vezes extravagantes demais. Ele não te bate, mas reclama da sua melhor amiga o tempo todo.
Ele não te bate, mas duvida da sua inteligência só porque você prefere sertanejo e não rock/blues e poesia.
Ele não te bate, mas não quer que você faça o mestrado longe dele.
Ele não te bate, mas não quer que você tenha um emprego que exista a chance de ficar depois das 18 horas.
Ele não te bate, mas faz você se sentir impotente e com medo de ficar sem ele.
Ele não te bate, mas sente muito ciúmes, afinal ele te “ama” demais.
Ele não te bate, mas dissolve seus sonhos.
Ele não te bate, mas te chantageia sem que você se dê conta.
Ele não te bate, mas te impõe as vontades dele, os amigos dele, as músicas dele, os passeios dele.
Ele não te bate, mas você perde sua personalidade e sua vontade. Cada dia mais e mais sozinha, mais e mais isolada do mundo e presa num relacionamento sem futuro e doentio. Cada dia com mais medo do que possa te acontecer por decisão dele ou por decisão sua mesmo.
A tristeza se torna maior do que os poucos momentos bons.
A menina cheia de vida, que tinha lindos planos, dá lugar à uma menina de cabeça baixa, sem muitos sorrisos, mal-humorada, que só pensa em agradar aquele moço que namora e só pensa no quão bom ele é por aguentar os tantos defeitos que ela tem.
VOCÊ É ESSA MENINA? Então preste atenção nos detalhes e não deixe nenhum passar.
Se você se identificou com algum deles, dê adeus pra esse relacionamento. Sem olhar pra trás.
Não deixe ninguém escolher por você e nem te dizer quem você é.
Infelizmente quantas e quantas mulheres hoje estão vivendo assim...
Gostaria que você soubesse, que você é merecedora de amor, muito amor.
Corre atrás da sua felicidade e corre desse relacionamento abusivo que é a única coisa que você não merece.
# Não é minha autoria, mas é verdadeiro!
Adaptação: Eduardo campos Texto: Taynara Pouso 

Nenhum comentário: