sexta-feira, 12 de junho de 2009

COMO DECLARAR SEU AMOR AO OUTRO?

COMO DECLARAR SEU AMOR AO OUTRO?


Existe tanto amor em nós, mas freqüentemente somos tímidos ao expressar nosso amor e acabamos mantendo-o encerrado dentro de nós.
MADRE TERESA DE CALCUTÁ


Talvez a mais triste estatística sobre o amor é que pelo menos 70% dos amores não são compartilhados. As pessoas não amam porque não têm coragem de mostrar o seu amor
Certa vez — é um caso verídico — um brasileiro apaixonou-se secretamente por uma americana, sua professora de inglês. Um dia, ela lhe disse que em breve não se veriam mais, pois decidira voltar a morar nos Estados Unidos. Ele sentiu uma dor infinita e, no dia da sua última aula, disse à professora:
— Vou lhe dizer algo que não tem sentido nenhum. Sei que você está noiva, que está de volta para o seu país e que eu não tenho a menor chance... Mas preciso lhe dizer que estou totalmente apaixonado por você. Não faço outra coisa na vida a não ser pensar em você.
Ela o olhou com admiração e... raiva.
Como se desculpando, ele acrescentou rapidamente:
— Eu sei, eu sei que não tem a menor chance de dar certo, mas eu precisava lhe dizer isso hoje.
E ela respondeu.
— Você é um insensível! Você não consegue enxergar nada? Não vê que estou indo embora justamente porque estou apaixonada por você e não agüentava mais a sua indiferença?!
Talvez você tenha passado por situações semelhantes. Muitas vezes as pessoas não têm é coragem de mostrar seus sentimentos! E, no plano da imaginação, já foram abandonadas por aquele que nem sequer teve a chance de saber que alguém também o amava!
Uma das ousadias mais verdadeiras é ter a coragem de declarar o seu amor. Deixar o mundo e a pessoa amada saberem o que acontece dentro do seu coração.
Ousar viver um amor é aprender a dizer à pessoa amada "eu te amo" de uma forma especial e freqüente, porque assim ela nem terá tempo de duvidar do amor. Dizer que está amando é assumir um compromisso, é afirmar que algo profundo está ocorrendo.
Permita-se assumir o risco de demonstrar seu amor, mesmo que a outra pessoa não vá aceitá-lo, porque amar alguém não é um problema nem um defeito; é uma virtude. Se ela não aceitar o seu amor, o problema não é seu, pois, uma vez que você descobriu o jeito de amar, ficará faltando apenas encontrar um companheiro para a viagem a dois.
O outro risco que você poderá correr, ao revelar seu amor a alguém, é o de ser aceito. Aparecerão, então, os medos e os sentimentos de inadequação, que terão de ser enfrentados.
Ousar viver em amor é saber responder aos convites que o ser amado faz, é ir o mais longe possível na entrega, sem ficar economizando afeto. É deixar as mesquinharias de lado e mostrar ao outro que o ama incondicionalmente. É dispensar o livro de contas correntes na relação, porque quando começamos a usar créditos e débitos reforçamos a tendência aos comodismos e aos apegos à rotina.
O livro-caixa de uma relação neurótica registra:
"Você foi hoje ao cinema, amanhã eu vou à praia; você chegou tarde hoje, então não vou fazer sexo com você; você não me procura, por isso não vou procurar você". Essas são formas de não ousar, o que não permite que a relação cresça.
Ousar no amor é ter coragem de encontrar o sentido de viver com o outro e integrar-se a ele. É deixar o amor transbordar. Talvez, ao longo da vida, você tenha sido mesquinho, pobre, avarento no seu jeito de amar, mas isso não constitui a sua essência. Você é um ser de amor, e transbordar de carinhos é o seu modo de viver.
No entanto, há pessoas que usam a coragem para complicar a vida e não percebem que estão se colocando em situações desnecessariamente desgastantes; sempre buscam relações complicadas, porque é um desafio tentar modificá-las. E quando as complicações começam a ser resolvidas o encantamento termina.
Muita gente tem atração especial por pessoas difíceis, confusas, que exigem conversas infindáveis para resolver seus problemas.
É comum as pessoas se sentirem atraídas por relações extraconjugais ou secretas. Quando podem ser públicas e claras, não sentem mais o prazer do romance... Gostam de viver perigosamente!
Nesses desafios, investe-se uma energia armazenada em algum ponto interno e que não está sendo utilizada com inteligência.
Ousar no amor é ter a coragem necessária para enfrentar os obstáculos que naturalmente aparecem na vida. Algo bem diferente de criar problemas desnecessários só para ter o que fazer. Ou seja, ousar no amor é permitir que uma relação dê certo, sem complicá-la. É amar com coragem e criatividade a pessoa que está com você.
Ousar no amor é entrar em contato com a coragem de crescer. Quando somos ousados no amor, vamos descobrir o que realmente queremos para nós e o que podemos fazer para ajudar o nosso par a ser mais feliz.
Quando vivemos com alguém, por menor tempo que seja, sempre sabemos algo sobre a pessoa, inclusive o que a deixa feliz ou infeliz. Muitas vezes, somos até capazes de atender às suas necessidades, mas não o fazemos. No entanto, comportamo-nos com outras pessoas exatamente como nosso parceiro gostaria que nos comportássemos com ele; tratamos os outros como o nosso companheiro ou companheira gostaria de ser tratado; dedicamos aos outros a atenção que a pessoa que vive conosco gostaria de receber.
Então, nós até sabemos o que ou como fazer para melhorar a nossa relação. Mas simplesmente preferimos ser uma companhia mais atraente para outras pessoas do que para o nosso par. O fato de termos a segurança dos sentimentos dele nos deixa acomodados e preguiçosos.
Envolver-se com a pessoa amada, com a casa, com a família soa como perda da liberdade, e muitos desconhecem a coragem que é preciso ter para enfrentar os obstáculos, quando já há a garantia de não mais perder o ser amado.
Ousar no amor é ter coragem de dizer à pessoa amada aquilo que não nos permitimos dizer a mais ninguém.
Ousar no amor é ser verdadeiro, mesmo que para isso não sejamos tão atraentes como desejaríamos ser.
Ousar no amor é renovar a relação, é embelezá-la cada dia mais. É inspirar-se na sabedoria da natureza, que faz uma árvore, com dezenas ou centenas de anos, permanecer a mesma, renovando-se porém periodicamente ao substituir as folhas secas e velhas por outras novas e verdes.
Ousar no amor é saber abandonar os comportamentos patológicos do passado e ir ao encontro do amor. Muitas pessoas agarram-se ao passado e se recusam a arriscar até mesmo diante de um convite divino.
Conta-se que um homem estava caindo em um abismo, quando conseguiu agarrar-se numas raízes. Porém, ao perceber que sua posição era muito frágil, começou a orar e a pedir o auxílio de Deus. Ao ver o homem em apuros, Ele veio, estendeu-lhe as mãos e disse: "Largue essas raízes e me abrace". Isso soou ameaçador e o homem respondeu: "Deus, por favor, abaixe o plano da terra, que eu tenho medo de largá-las". E Deus repetiu:
‘Confie em mim, que eu cuidarei de você. Eu escutei seu chamado e vim ajudá-lo". Depois de muito tempo, o homem acabou dispensando Deus por não confiar em largar as raízes e ficar com as mãos soltas.
Para viver um grande amor é preciso ter a coragem de ficar de mãos vazias e ir ao encontro do desconhecido.
Assim também podemos fazer com a nossa relação de amor. Enriquecê-la a cada dia com novas descobertas recíprocas.
Ousar no amor é abandonar os desafios passageiros e limitados e entrar em comunhão com a pessoa amada ou com alguém que se possa vir a amar. É ter a coragem de ser um trovador.

Fonte: Amar pode da certo

2 comentários:

birulei disse...

Muito bom!!!
vc esta de parabéns!!!adorei esse blog.
eu li o "como declarar seu amor ao outro" e decidi correr atraz da mulher amada.
q deus te abençoe.
Adolfo

Anônimo disse...

OI Eduardo!
Estava eu na internet pesquisando sobre o tema,COMO EXPRESSAR O AMOR,que é uma coisa que me atormenta muito.Tenho querenta e dois anos,e até hj não tive coragem de dizer aos meus filhos eu TE AMO.já fui casada e tive vários namorados,tmabém não tive coragem embora quizesse muito.Pois agora decidi que vou em busca da solução para este problema.Não quero mais esconder esse sentimento tão bonito e natural,mas tenho que superar barreiras prá isso.Não sei se vc através do seu Centro Espirita fazem isso também.
Muito bom o blog,adorei o texto sobre como declarar seu amor ao outro.Serei assim um dia.
Abraços!
Clo
Obrigado!