sexta-feira, 12 de junho de 2015

SE VEM COM AMOR, PODE ENTRAR!


Há pessoas que conseguem o melhor de nós. Chegam com tanta Doçura, Delicadeza, Inteligência e Bom humor, que acertam o nosso coração! Nocaute pro Edu! E ficamos cativos dessa amizade que cresce e vai se encaixando perfeitamente em tudo que amamos.
Eduardo Campos
Dia Bom, mas Dia bom mesmo rs!
Belém, dia 12 de Junho/2015 03h19min. Acordei, fiz uma prece agradecendo pelo sono reparador e a oportunidade por mais um dia de vida... acendi a luz, peguei um livro pra ler... fiquei pensando o que escreveria para esse dia especial...sentei na frente do computador e comecei a redigir algumas palavras, transcrever sensações e sentimentos que viraram letras...
Penso que um dos treinamentos mais importantes para que as pessoas se sensibilizem para amar seja, falar de amor. Não é comum as pessoas falarem de amor. Estou me referindo a falar de amor, e não falar sobre o amor. Sobre o amor, ultimamente tem-se escrito muito. Há belíssimas obras literárias sobre o tema, que enriquecem e ajudam a colocar-nos em sintonia com amor. Mas falar de amor é outra coisa. É transmitir, em palavras (sentimentos que viram letras), ou gestos, o sentimento que está dentro de cada um de nós;  “é expressar, sem restrição ou vergonha, o que de mais belo vai na alma, no coração. E, o mais importante, é deixar que a pessoa a quem esse sentimento é dirigido fique sabendo que ela despertou. Falar de amor é deixar fluir o poeta que existe dentro de cada um de nós e cantar à alegria da presença, a saudade da ausência, a vontade de estar perto, de abraçar, o desejo de adormecer juntos.
Não estou propondo obras literárias, nem tão pouco sugerindo que a forma de expressão seja prosa, poesia ou música. O que estou dizendo é cada um deve expressar da sua forma, com suas palavras, do seu jeito, seja ele qual for, o sentimento de amor que está trancado em seu ser e permitir que algumas pessoas passem a conhecer essa beleza. Falar de amor é expressar todos esses impulsos que reprimimos a vida inteira, porque saíram de moda e são antiquados.
Há quem diga que o romance é conto de fada, é fantasia, não é real, é coisa de adolescente, que é bobagem preocupar-se com ele, que é supérfluo. Lamentavel engano para quem pensa assim! Por que será que você precisa se embelezar mais para uma festa? Preparar um prato diferente para um jantar especial? Embrulhar com papel bonito um presente, colocar flores na mesa, pendurar um quadro na parede e tantas outras providências que podem parecer supérfluas e que, no entanto, tornam mais belo o espaço e as relações?
Romancear um amor é tão importante como tê-lo, e muito da riqueza de estar com alguém é a possibilidade de sonhar juntos. Quando as pessoas começam a ter um romance de amor, estão, na verdade, adquirindo uma passagem para uma viagem através de seus sonhos amorosos. E não há quem não se identifique, de alguma forma, com um personagem do romance e não tenha, lá no íntimo, vontade de viver uma experiência igual.
Ë possível transformar em realidade o que se sonha nas leituras. O amor, a beleza estão dentro de nós... eles fazem parte da vida, e qualquer um pode se permitir e aprender a ser romântico. O amor simplesmente ficará mais colorido!
Quando se vive romanticamente uma relação, nosso cotidiano muda, tudo fica mais leve, o coração bate mais rápido, os olhos brilham, perdemos a fome “ inapetência” e o mundo de repente se torna um lugar melhor para se viver... Você passa o dia sorrindo à toa, com o olhar perdido. Sua conta bancária pode estar no vermelho e lá fora estar caindo o maior toró que seu humor não muda. Só de pensar nela dá um frio na espinha, uma sensação de aconchego...O corpo torna-se mais iluminado com as cores do amor, temos sensações inexplicáveis... “O Edu se torna a pessoa que você agradece a Deus por existir” rsrsrs... A poesia vem ao encontro do peito, o coração explode em flores pelo ser amado. Não há despedida: guarda-se o outro no coração.
O romance convida a falar manso, a olhar profundamente nos olhos, a acariciar a pele com suavidade, a abraçar carinhosamente, a diminuir o ritmo, a pensar no amor, a ficar mais gentil e terno, a falar e escutar apenas palavras bonitas. O romance é isso e muito mais. Então, por que é tão pouco usado? Por que os amantes não fazem mais poesia? Por que não falam com mais freqüência "eu te amo no sabado a noite"?  Por que não são, por alguns momentos, menestréis? O respeito pelo nosso lado romântico leva-nos a cantar versos como:
EU: Eu tenho uma proposta pra você..
TU: É? Qual?
EU: Que dia é hoje?
TU: 14 de setembro... Por quê? O que isso tem a ver com a proposta?
EU: No dia 14 de setembro do ano que vem… Quer comemorar um ano de namoro comigo?
Nossos comportamentos podem estar dizendo o que sentimos por exemplo...
*      “Talvez seja voce! A vida vai dizer. De qualquer forma, obrigado por me fazer ir dormir sorrindo”.
*      “Você é o meu ultimo pensamento antes de cair no sono, e é com sua lembrança, sua voz, sua imagem que abro os olhos ao acordar”...
*      “De todos os lugares do planeta, eu só queria estar do teu lado”...
*      “O seu sorriso ilumina meus dias e me faz sorrir”...
*      “um "até logo" ao termina uma ligacao”...
*      “Como foi seu Dia?”
*      “Você está melhor?
*      “Se cuida”
*      “Chegou bem?
*      “Vai com cuidado”
*      "Senti saudade"...
*      “Vi isso e pensei em você”
*      “Estais linda na foto”
*      As vezes “Um beijo de dia bom” “Um abraço de tarde boa” Um desejar de noite boa”, ou simplismente um OI, um TIM, um VIVO, faz o dia ficar melhor”! Rsrsrs.
O hábito de presentear (o que não implica a compra de objetos de alto valor) é um testemunho do romance. Mas não podemos fazer uma oferta qualquer! Precisamos ofertar algo que dê prazer a quem recebe. Quer seja uma simples palavra, quer uma flor, quer um elogio que gratifique os ouvidos de quem escuta.
Precisa ser algo que fale da individualidade, do núcleo essencial da pessoa, que enriqueça a substância do seu ser. O presente romântico é um elo que une os corações dos amantes. O romance impede o esquecimento, mantém vivo o desejo de estar com o ser amado, a pureza e a ingenuidade de alguém que, como nós, quer viver em amor, O romance ajuda a ver, em cada encontro, esse ser radiante florindo um novo momento.
Romancear o amor ou ser romântico é conseguir ver, na pessoa que se ama, o encanto que reside em si. Ser romântico é ter a coragem de cantar o amor, é ter a coragem de elevar o outro à condição de principe ou de princesa, sem ser súdito; é ver, na beleza do brilho dos olhos do ser amado, mais intensidade que os raios do sol, embora para qualquer outro isso passe despercebido.
Quem não gostaria de chegar ao fim deste texto e ler algo feito exclusivamente pra você dizendo assim:
A vontade de falar com você é maior que minha própria resistência. Depois de um dia exaustivo de trabalho, lê uma menssagem sua, conversar com você, ouvir sua voz (mesmo que só no pesamento) é o meu melhor relaxamento. Você é o meu ultimo pensamento antes de cair no sono, e é com sua lembrança, sua voz, sua imagem que abro os olhos ao acordar.
Menina existe entre nós um grau de afinidades, de pensamentos, de sintonia que muita gente deve chamar de coincidência. Mais nós dois não acreditamos na sorte ou nas coincidências, preferindo falar de preparação, de merecimento, de estar atento para o que acontece, de vivenciar as oportunidades. Então fica a “dúvida”: o que é isto? Será amor? Será paixão? Será atração ou encantamento? Qualquer que seja o nome, quero continua sentindo o que sinto, porque assim sou feliz, ou melhor somos felizes ...  Enquanto não me fizerem sofrer, vou alimentá-lo, cultivá-lo esses meus lindos sentimentos com sua presença e a sua alegria. O que me fascina é saber que este sentimento existe porque você é exatamente assim! Transparente, sensível, inteligente e com uma auto estima que encanta, sem falar do senso humor! Rs...
Se nossa vida fosse um filme, eu ficaria muito emocionado de velo, mas é uma historia real e fico muito feliz de esta vivendo-a...
A única coisa que sei hoje é que não vou abrir mão dos meus objetivos de se permitir a vivenciar esse sentimento ao seu lado... Poderá até não da certo, mas sobre isso nada sei, nem quero pensar.
Neste momento, penso em você e então quisera me transformar em vento. E se assim fosse, chegaria agora como uma brisa fresca e tocaria leve sua janela. Mas eu não sou vento... Agora sou pensamento e estou pensando em você. E se abrir a sua janela, eu estou chegado ai, agora... Neste momento em pensamento no vento para brindar contigo uma taça de vinho...

Pense com Edu! Quando a satisfação, segurança e desenvolvimento de outra pessoa tornam-se tão significativos para você como sua própria satisfação, 
segurança e desenvolvimento, o amor existe.
       
         Pense Menina: Sabe, eu sempre costumo deixar as palavras gentis para dizer amanhã, carinhos para fazer amanhã, muita atenção para prestar amanhã, mas o amanhã talvez não nos encontre juntos pelo processo natural da morte...Por isso eu não quero deixar nada para amanhã, pois se o amanhã não chegar, você saberá tudo o que sinto por você e saberei também o que você sente por mim...

Eduardo Campos
Belém, dia 12 de Junho/2015 03h19min da madrugada.


21 comentários:

Anônimo disse...

Eduardo não dá pra eleger qual parágrafo é mais lindo e significativo nessa “DECLARAÇÃO DE Amor”, mas me encantei particularmente com esse:" Neste momento, penso em você e então quisera me transformar em vento. E se assim fosse, chegaria agora como uma brisa fresca e tocaria leve sua janela. Mas eu não sou vento... Agora sou pensamento e estou pensando em você. E se abrir a sua janela, eu estou chegado ai, agora... Neste momento em pensamento no vento para brindar uma taça de vinho..." Você é lindo Edu. Abraços com muito carinho!

Anônimo disse...

Tu escreve com o coração. Suas mensagens são tão boas que dá vontade de a gente prolongar a leitura. E você fechou o texto com uma linda declaração quando ela diz: "Quando a satisfação, segurança e desenvolvimento de outra pessoa tornam-se tão significativos para você como sua própria satisfação, segurança e desenvolvimento, o amor existe." Muito bem apropriada à frase.

Anônimo disse...

Tua chamada do texto de hoje foi incrível! Logo hoje dia dos namorados, rs. Por incrível que pareça entrei casualmente em teu blog e amei, me preenchi, com belas postagens... O Romancear o amor é nobre, é sentimental, e as vezes raro.

Anônimo disse...

Amo vim de tão longe para me deslumbrar e me deleitar de seus textos, suas mensagens, da tua delicadeza as quais trazem um ser tão especial chamado Edu... O dom da escrita, o dom da beleza, o dom delicadeza....Deixo-te um abraço fraterno demorado nas entrelinhas deste lindo e meigo coração...

Anônimo disse...

Nossssaaaaa que texto apaixonante. Pena que as vezes não damos a devida atenção ao assunto, vamos vivendo e achando que estamos amando!

Anônimo disse...

Sem palavras para descrever o quanto amei e me inspirei com esta belíssima postagem Edu! Ahhh o amor... Tem gente que espera de mais por ele e quando ele chega não sabe lidar... Acha que será perfeito para sempre, mas as pedras sempre aparecem pelo caminho e é preciso saber lidar com elas para que o amor seja duradouro, para que ele amadureça... Beijo bem grande no seu coração. Feliz semana!

Anônimo disse...

Esse texto está fabuloso! Achei a sua dica de pedido de namoro TOP! Tudo de bom... sua declaração no final fechou com chave de ouro. Parabéns amigo!

Anônimo disse...

Como é difícil descrever o amor... Mas tua escrita simples falou tudo. São essas coisas do amor que vão dando cor e sabor às nossas vidas, tenho certeza que o amor é o melhor de todos os sentimentos, mas deve ser vivido com verdade e com intensidade... Lindo demais

Anônimo disse...

Estou aqui matutando Eduardo Campos, como diz o mineiro... Quer dizer que "Se vem com amor pode entrar..." sejamos premiados... Bom saber dessa possibilidade! Ela indica que por trás da ternura do olhar, da doçura do coração, da beleza da alma, existem versos... (risos))

Helena disse...

Adoro acompanhar os textos do teu blog, mesmo que as maiorias dos textos em geral pendam sempre para o lado do “amor romântico” (eu particularmente acho ridículo contos de fadas e alerto para termos cuidados com eles)... Muita coisa no teus textos podem ser encaixada no amor familiar e de amizade, perfeitamente... Abraços querido e uma ótima sexta.

Eduardo disse...

Bom dia Helena! Obrigado pelo seu comentário! Helena entendo você quando se refere “aos cuidados com os contos de fadas”, pode parecer ridículo como você diz, mas contos de fada são importantes. Nossos primeiros conceitos sobre relacionamentos, amor, casamento e felicidade são poderosamente influenciados pelas historia que lemos e os filmes a que assistimos. Embora não esperamos que alguém venha experimentar sapatinhos de cristal em nossos pés, temos a expectativas de uma certa quantidade de encantamento no amor e na vida. Procure a mágica da vida diária, a magica de compartilhar, de dar e receber amor nos pequenos gestos corriqueiros, mas não se encha das expectativas de um conto de fadas no qual a historia é unicamente sobre a busca do grande amor, como se ele não precisasse ser construído e mantido dia a dia...

Anônimo disse...

Simplesmente Belíssimo!!!!amei!

Anônimo disse...

Um excelente texto! O amor é sublime, o maior bem que possuímos uma dadiva preciosa, acho que por isso que muito não entende, não compreende, não dão o devido valor... O amor chega de mansinho sem pedir licença vai logo se estalando, mais é o cuidado, a cumplicidade, a confiança e que faz crescer, florescer, dar bons frutos, e durar a vida inteira. Adoro teus textos Edu, sempre tem grande ensinamento. Deixo um beijo e um punhado de sorriso.

Anônimo disse...

Um HOMEM ROMÂNTICO DE VERDADE, é isso ai! Ainda existe meu Deus!!! amei a declaração

Anônimo disse...

E a gente gosta de se meter a entender do amor... Tão simples que se torna complexo... Nos volteios que a vida provoca... E quando se instala tudo é tão bonito e a felicidade até existe... Amar dói, mas não amar dói mais ainda.Parabéns!

Anônimo disse...

Nosssssssaaaaaaa!!!!!! O texto é perfeito! tu fala de amor com alma, com coração...

Anônimo disse...

Que texto lindo apaixonante! Que declaração linda!

Anônimo disse...

Oi Edu....Bem interessante a sua postagem, como todas aliás.. Não sei como consegue escrever tantos bons textos!! Acredito que seja com o coração... Porque o amor tem que ter poesia, encantamento, musica e as vezes o conto de fadas também...RS!

Anônimo disse...

Delicadamente tenho certeza que o amor é bom pra tudo, ele cura, ele dá vontade, ele alimenta, ele ensina... Ele é especial porque você estar nele...Você consegui traduzir em letras tudo que pulsa dentro de um ser que ama... que estar sentindo... Me emocionei a ler você Eduardo! Parbéns

Verônica disse...

Hoje no "dia de não ficar sozinho", vulgo "dia dos namorados", me bateu uma dorzinha estranha, confusa e idiota. Me senti sozinha, não sozinha de olhar pro lado e não ver ninguém, porque o shopping estava lotado, mas sozinha no sentido de vazio mesmo, de perceber que gostar de alguém faz falta! Acabou que vou passa o dia todo tentando entender o que está acontecendo comigo? O que esta faltando para a maquininha funcionar? Trancada ela não está, cheia muito menos, pois ate escuto aquele som oco de lá de dentro,queria tanto aquela batida acelerada, aquela falta de ar e a vontade descrita em meus olhos...
# Ao Eduardo ops! aos apaixonados um viva de felicidades pelos bons momentos a dois...
# Aos solteiros, é, bem, complicado está, impossível eu não acredito muito, mas será que dá Eduardo pra escrever um texto ou conversar com"Santantôinho", pra ele dar uma mexida nos palitinhos aqui na terra ??? SORTE ; )

Eduardo disse...

Boa Tarde Verônica! Obrigado pelo seu comentário, confesso que rir ao ler! Mas vamos lá...Acredito Verônica que estamos vivendo em um mundo de pessoas “surdas”, “mudas” e “cegas”. não estou me referindo a você, e também não aquelas com deficiências auditivas e visuais, mas sim, com deficiências extremas de solidariedade e compaixão. Problemas da alma que afetam e petrificam o coração...em relação ao seu pedido "pra escrever um texto ou conversar com"Santantôinho", pra ele dar uma mexida nos palitinhos aqui na terra ??? SORTE." já comecei a pensar em escrever!abraços do Amigo Edu!