terça-feira, 26 de maio de 2015

AMOR E CARIDADE - COMBINAÇÃO PERFEITA!


“Amar é querer o bem do próximo. Exercitar a caridade é beneficia-lo. Possuído desses sentimentos, faz o bem pelo bem, sem esperar paga alguma”.
RICHARD SIMONETTI

Raríssimas pessoas exercitam em plenitude essas virtudes, tão pouca que quando isso acontece é noticia para o jornal, admiração geral, já que neste mundo, onde impera o egoísmo, tal comportamento é um ato de heroísmo, E não o mero cumprimento de um dever.
Se os que praticam o amor e a caridade não constituíssem exceção, a vida atual seria bem diferente. Não teríamos ricos e pobres. Ninguém pensaria em acumular riquezas, em garantir cada vez mais confortos supérfluos, enquanto houvesse tanta gente no desconforto de taperas, passando por privações.
Não haveria milhões de crianças em abrigos e orfanatos, esperando pela benção de um lar. Todo filho sem pais terias pais substitutos dispostos a acolhê-lo. Não teríamos multidões buscando lazeres em viagens caríssimas, festas e diversões variadas, regadas a excessos e vícios. Estariam nos hospitais, nos asilos, cultivando e ajudando a suprema ventura do servir, o mais gratificantes de todos os lazeres.                                                                                                          
Há quem imagine que o amor e caridade se equivalem, já que ambos visam o bem do semelhante. Obviamente são virtudes distintas e, o mais importante, não excludentes. Amar é querer o bem do próximo. Exercitar a caridade é beneficia-lo. Só podem ser exercitadas em plenitude se estiverem conjugadas. Não vale amar sem exercitar a caridade. 
Não vale exercita a caridade sem amar.                                         
Vejo uma mulher carregada de filhos a implorar ajuda na via publica. Sensibilizado pela compaixão, departamento do amor, oro por ela.
- Oh! Meu Deus, quanta miséria, quanto sofrimento! Senhor proteja essa pobre mulher! Dai-lhe o sustento! Volto-me para ela: - Deus a abençoe, minha irmã. Amo você! E sigo meu caminho.                                                                             
Amor displicente, amor, digamos sem-vergonha, que transfere para Deus a iniciativa de ajudar, sem considerar que é por nosso intermédio que Deus atende as pessoas. Faltou caridade, o empenho de fazer alguma coisa por ela, saber onde mora, visitá-la, orientá-la, ampará-la de forma afetiva.                 
Há o inverso: caridade sem amor.                                                                                 Em uma noite fria, vejo um pobre tiritando frio, na via pública. Dou-lhe alguns trocados. 
Fui caridoso? Não. A penas aliviei a consciência, dando-lhe uma esmola. Faltou amor.Se, por artimanhas do destino, perdêssemos contato com um amigo querido e o encontrássemos anos depois nessa situação, trataríamos de ampará-lo imediatamente, dando-lhe nosso casaco, providenciando-lhe socorro e só ficaríamos tranquilos depois de vê-lo abrigado.
Penso que só o amor transcende a mera esmola e exercita a caridade em plenitude.

¹ Eduardo Campos, Técnico em Gestão Pública: Pedagogo, Esp. em Docência do Ensino Superior – PROEJA  e Educação em Saúde. Pesquisador do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação do Campo na Amazônia-GEPERUAZ/UFPA
Contato: edu.com28@yahoo.com.br
² Fonte texto : Amor e caridade: Richards Simonetti
³ Fonte imagem : http://www.intercambio7.com.br/sims-e-naos-para-seu-intercambio.jpg
Referência: O homem de Bem. Richards Simonetti. Editora CEAC. 2014
Written by Eduardo Campos all rights reserved.



11 comentários:

Anônimo disse...

Eduardo lindo do meu coração, amor, caridade, generosidade é algo que só pessoas de alma bem perfumada tem :)
É uma das qualidades que mais admiro em uma pessoa!

Anônimo disse...

Que lindo esse texto! Acima da generosidade estava o amor e caridade, a preocupação com o outro. O que não significa que os mesmos atos não podem ser praticados em função de quem necessita.

Anônimo disse...

Ser caridoso, por vezes, está na simplicidade de um sorriso, naqueles 05 minutos que dedicamos a quem precisa, nas pequenas sutilezas pro outrem, E faz tanta diferença... estou nesse aprendizado Dudu.

Anônimo disse...

Meu amigo Eduardo adorei o teu texto e a sua sinalizada. A caridade e uma das mais pelas virtudes e precisa ser exercitada. A caridade de um sorriso, de uma palavra amiga, de um ombro.. A pessoa caridosa e muito mais feliz, pq tu em dobro ela recebe.E a lei do retorno!
parabéns

eliete disse...

Caridade é algo que deveriamos plantar a cada lugar que passarmos para colher do mesmo sempre,entretanto para algumas pessoas nada significam pois pensam nunca precisar de ninguém por toda vida.

Irmã em Cristo disse...

Ah se no mundo existisse muiiiitas almas Caridosa como você Eduardo! Estamos precisando desse despojamento que só faz crescer a todos! Continue nos ensinando a ser mais humanos como o lema de seu blog "Educar para Humanidade" parabéns que Deus te abençoe meu irmão!

Luana disse...

Muito bom sua postagem... caridade é tudo isso e muito mais!
Pena que poucos a coloquem em prática, mas cada bocadinho que damos de nós em generosidade marca a diferença, no outro!Não desistir nunca de o fazer o mais que conseguirmos!
Sem nada esperar em troca...só dar porque isso nos faz feliz é a melhor forma.

Silene disse...

Quantas postagens interessantes Eduardo! Essa em especial.Prezo muito o amor e a caridade... Só quem tem alma nobre pode exercer essa qualidade... E colabora para um mundo melhor... continue com esse trabalho!Bjs no coração...

Anônimo disse...

Amigo ás vezes me sinto caindo em "armadilhas" justamente por ser generosa e caridosa, mas decidi que nunca o deixarei de ser. Tenho a certeza de sempre estar pensando no outro, e este sentimento estará comigo para sempre me confortando e me trazendo belas amizades. Já os que não o possuem, tem de conviver com sua própria culpa, seu vazio e sua solidão.
Apesar de o mundo, muitas vezes se apresentar egoísta, tem sempre pessoas especiais por perto. é só deixar o coração livre para o amor, a caridade e a generosidade brota facilmente como brotinho de feijão no algodão...

Cleide disse...

A pessoa generosa está calcada em gestos simples que quando praticados se transformam em grandes gestos de amor e caridade. Pra variar, mais um texto lindo que vc me apresenta. Amei! Tudo de bom!Bjkas com muito carinho!

Anônimo disse...

um texto recheado de verdades inconstestaveis.