quinta-feira, 4 de junho de 2015

BEM – TE – VI OU BEM – ME - VI?


“Nesses tempos sombrios o contato com a vida se banaliza. Não raro, fotografa e postar nas redes sociais a imagem de uma paisagem parece mais urgente que simplesmente apreciar a beleza do lugar e conecta-se com o que essa vivencia inspira”.
Eduardo Campos

Belém, dia 04 de Junho/2015 06h43min. Bem-te-vi! Bem-te-vi! Entoava o pássaro feliz a cruzar os ares como se deslizasse em um mar de felicidade e aninhando-se delicadamente diante de um grande espelho colocado na parede da área de minha residência. Ficava admirar como aquela ave parecia uma criança feliz a brincar com os presentes favoritos... Rodava a pequena cabeça preta de um lado para outro assentada sobre o corpo amarelo, formando uma demonstração de bom gosto da Natureza.
Após um pequeno tempo ou quando ouvia algum barulho que julgava hostil, lançava-se novamente na atmosfera sempre cantando: Bem-te-vi!
No mesmo dia voltava outras vezes, o que se repetia nos dias posteriores, enquanto o espelho não fosse coberto com algum material.
Até hoje não sei e creio mesmo que nunca saberei o real motivo que detinha o belo pássaro diante do espelho: se a contemplação da própria ou a imagem de uma suposta companhia.
Do meu quarto nunca cansei de contemplar embebecido a atitude dele e o seu cantar de otimismo: Bem-te-vi! E hoje resolvi dividir com vocês essa sensação maravilhosa....

Para refletir
Meus amigos, não sei se vocês tem parado diante do espelho da própria existência, ao invés de deixar-se arrastar pelo turbilhão do tempo nos compromissos diários.
Repare na sua imagem!
Você possui braços perfeitos que lhe permitem o asseio do corpo, a alimentação, o vestir-se, abraçar os filhos, os pais, os amigos, o cônjuge.
Você tem dedos tão delicados, que são o mais perfeito instrumento de trabalho. Através deles sua mente criativa pode expressar-se na pintura, na musica, no trabalho da enfermeira que cuida e salva a vida, na sentença do juiz que promove a justiça, no trabalho do pedreiro que levanta as paredes de sua casa, nas mãos que amassam o pão que abençoa a sua mesa...
Se não fizer essa pausa como o Bem-te-vi diante do espelho, não se aperceberá do quanto possui, e, no menor aborrecimento, reclamará injustamente da vida.
Mentalmente, faça uma parada diante da existência e repara que você tem pernas perfeitas que o conduzem ao trabalho, ao passeio, ao leito, na hora de dormir, enquanto tantos se arrastam sobre muletas com enorme esforço ou deslizam sobre cadeiras de rodas dependentes de mão alheias!
Escute sua voz! Você pode falar, reivindicar, pronunciar um nome querido, queixar-se de uma dor que incomoda, agradecer, comunicar-se, dizer que ama, enquanto tantos soltam apenas grunhidos em lugar de palavra, ruídos ininteligíveis misturados com a dor de não poder falar.
Escutou a sua voz? Então já descobriu uma outra benção: a de ouvir! Já imaginou viver mergulhado no silêncio  sem fim como os deficientes auditivos? Você não: escuta uma musica que lhe enternece a alma, a voz do filho amado a pronuncia lhe o nome, o barulho da chuva a tamborilar em seu telhado, o sopro do vento, a buzina do carro, o pedido de alguém. Muitos, meus amigos, nessas horas sem fim em que você tudo ouve, apenas “escutam” o silencio...

Finalizando para recomeçar
Enfim, prezados amigos do blog, é preciso parar de vez em quando diante do espelho da consciência para tornamos conhecimento do quanto possuímos sem saber, sem valorizar, para que possamos entoar um hino de agradecimento sem fim em lugar de apenas lamentar injustamente.
Tenha certeza de quando você der um tempo a seu tempo, sairá voando em pensamentos como o bem pensamentos felizes e cantando como o bem-te-vi realiza, e retornará sempre para contemplar o muito que lhe abençoa os dias para que todos eles sejam sem UM DIA BOM !


Pense com o Edu! - Ai esta, meus  amigos , mais uma reflexão da natureza, que, na maioria das vezes, passa despercebida.

5 comentários:

Anônimo disse...

Meu amigo será que você existe mesmo? Se existe rs... Eis uma alma iluminada!! Lindo! Lindo! para variar, amei!! E levei comigo!!

Anônimo disse...

Lições que tornam a vida mais bela.

Liana Brener disse...

No teu blog, o sol brilha intensamente e o amor floresce! Lindo

Marilde Souza disse...

Passando para deixar um Abraço, e desejar um lindo fim de dia! Bjs.

Eliana Peixoto disse...

Oi Edu que belo presente este texto nesta manhã. Somente uma alns iluminada, cheia de Deus, pura, sensível e transbordante de ternura é capaz de contemplar a beleza e os ensinamentos da natureza. Priorizar o nosso tempo é algo essencial mas que requer sabedoria. E importante a cada dia questionar o que fazemos com nosso tempo? Com quem partilhamos nosso tempo? Quando nos permitimos esta reflexão passamos a ver as coisas e as pessoas ao nosso redor com um olhar diferente, passamos a ver com os olhos da alma. Nos tornamos mais pessis, mais gente. Edu é raro encontrar alguém como você, até caímos na tentação de perguntar se você existe realmente. Mas eu SEI que você existe e agradeço a Providência a graça de ter colocado você em minha vida. Hoje sou mais feliz. Bjs