domingo, 7 de junho de 2015

"LIVROS NÃO MUDAM O MUNDO. QUEM MUDA O MUNDO SÃO AS PESSOAS”.


Devemos viver como se fossemos um “livro aberto”. Não quero dizer com isto que precisamos viver escancarados para o mundo, mas que, se fechado ficaremos impossibilitados de nos vermos claramente.
Eduardo Bechara

O  mundo pode ser comparado a um incomensurável arquivo vivo que guarda inúmeras coleções de obras-primas. Cada texto escrito representa as diversas experiências que tivemos ao longo dos anos. Cada um de nós é o somatório desses mesmos textos, compilados num único livro. Em virtude disso, cada um de nós é uma “obra prima” de Deus, única e com características peculiares.
Como somos todos “livros diferentes”, o sucesso de uma vida plena é ler-nos e, a partir daí, nos expressarmos perante o mundo usando nossa originalidade.
Quem não exercita a leitura de si mesmo provavelmente ficará retido na capa e distanciado do seu conteúdo.
É necessário pesquisar o “índice interno”: lista alfabética de nomes, lugares e assuntos, que nos permite localizar a “página íntima”, onde os nossos temas podem ser encontrados, para não ficarmos preso à “capa revestimento”.
Se não soubermos ler a nós mesmos, dificilmente a alucinação de capa quem mergulha nas profundezas do conteúdo da vida interior.
"Livros não mudam o mundo. Quem muda o mundo são as pessoas. Os livros só mudam as pessoas".
(Mário Quintana).
Ontem visitando a XIX Feira Pan-Amazônica do Livro, pude perceber um excessivo número de livros que apenas distraem a mente. Quantas vezes adquirimos obras iludidas pela aparência externa! Capas multicoloridas, títulos extravagantes, que camuflam romances simplistas, histórias infantis sem valor pedagógico, dramas sensacionalistas. Há ocasiões em que temos o disparate de compra-las sem ao menos consultar o sumário.
A capa pode ficar amassada e envelhecida, a pagina pode ser despedaçada e separada do livro, todavia nenhuma criatura amassa, tritura, rasga ou aparta ideias, sentimentos e emoções que uma alma interpretou e guardou em seu âmago.
A mente entretida bloqueia a fonte sapiencial e polui a via de acesso pela qual escolhemos “livros externos” através do conteúdo de nosso “texto interno”.
Portanto, quando desenvolvemos a habilidade de “fazer a mente silenciar”, penetramos na essência das coisas e, como resultado, passamos a escolher os livros que nos levem a maiores reflexões e, ao mesmo tempo, a tomar posse da “Biblioteca viva” que existe dentro de nós.
*      Ler para compreender o mundo interior
*      Ler para assimilar com profundeza os sentimentos
*      Ler para observar o funcionamento da mente
*      Não ler só para ficar na superfície romanceada.
Segundo pesquisas e matérias de especialistas que envolvem o assunto os benefícios da leitura podem, no mínimo, triplicar a qualidade de vida de uma pessoa.
Parece exagero? Leiam e tirem as suas próprias conclusões!
*      Ler te deixa mais bonito (tá, atraente)
*      Ler encoraja a busca por conquistas
*      Ler aprimora sua empatia
*      Ler amplia seu vocabulário
*      Ler te torna mais rico culturalmente e menos preconceituoso
*      Ler é tão terapêutico quanto música e cinema
*      Ler um romance melhora atividade cerebral por dias
*      Leitores são mais inteligentes e têm melhor memória
*      Ler faz com que você escreva melhor
*      Ler traz de fato o mente sã em corpo são
*      Ler te faz um ser humano mais humano

Pense com Edu! Os recursos de que necessitamos para bem viver não estão na exterioridade; estão dentro de nós, visto que cada ser humano é um “livro transcendental” repletos de conhecimentos imortais.

  ¹ Fundador e Autor: Eduardo Campos, Técnico em Gestão Pública: Pedagogo, Esp. em Docência do Ensino Superior – PROEJA  e Educação em Saúde. Pesquisador do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação do Campo na Amazônia-GEPERUAZ/UFPA
² Fonte texto : Independent.co.uk
³ Fonte imagem : Eduardo Campos
Livro de Referência: HAMED. Um modo de entender! Editora ICEAC, Capivari – SP. 2005

Written by Eduardo Campos all rights reserved.

19 comentários:

Débora disse...

Edu é Incrível como você percebe as coisas ao teu redor! E transforma isso em texto. Parabéns! Bjo com sabor de uma boa leitura!

Ivana. disse...

Só nós podemos mudar o mundo, perfeito, Edu! Uma ótima tarde pra você, com meu carinho de sempre!

Anônimo disse...

Que maravilhosa referência aos livros você fez! Eles merecem todas essas colocações... e muito mais. Ficou lindo!

Anônimo disse...

Adorei a parte: “Devemos viver como se fossemos um “livro aberto”. Não quero dizer com isto que precisamos viver escancarados para o mundo, mas que, se fechado ficaremos impossibilitados de nos vermos claramente”. Lindo!!! E isso é a mais pura verdade Edu.
Beijos e obrigado pelo texto!!

Anônimo disse...

Perfeito Edu, amei a reflexão ser humano - aos livros. Sou apaixonada por livros, leitura, eu me perco nas páginas dos livros.

Anônimo disse...

Que maneira original de mostrar a importância da leitura nas nossas vidas, comparando-nos com livros “obra prima” de Deus!!!
Adorei!!

Anônimo disse...

Olá amigo. Boa noite! Lendo mais uma bela postagem sua !

Anônimo disse...

Edu Eu lia bem mais antes de usar internet. (digo ler, segurando o livro nas mãos. rs)
Preciso voltar aos livros como antes, pq sempre me fez muito bem. Gosto de ler! Quem lê abre a mente, amplia a sua visão do mundo... e tem oportunidade de conhecer a visão de outros tb.
Beijos e bom inicio de semana, Vc sempre escolhe bem o tema dos textos! :)

Anônimo disse...

O que seria de nós sem livros? A própria palavra de Deus está gravada em um livro.... Um bom domingo.

Anônimo disse...

“Enquanto tantos semeiam discórdias, vamos cultivar a leitura do nosso livro interior”.

Anônimo disse...

Os livros são realmente nossos amigos.Ler um bom livro é entrar numa viagem enchendo as malas com tesouros muito preciosos.

Eliana disse...

Oi Edu que texto prazeroso. Isto é uma boa leitura. Ler é tudo de bom. Além de todos os benefícios citados por você a leitura tem o poder de nos transportar de fazermos viajar pelo nosso interior e exterior. .. Seu texto teve o poder de me encantar neste final de tarde. Parabéns pela sua sensibilidade traduzida em palavras e partilhada para todos nós. Oxalá passamos ser homens e mulheres livros. Bjs

Anônimo disse...

Ah!!Eu amo os livros!!!!Cada pensamento aqui é a expressão da verdade!!Vivenciei cada um! Os livros nos dão asas! Tudo de bom!

Anônimo disse...

Bela biblioteca chamada Eduardo! Boa tarde meu querido amigo! Sem livros não poderia viver, rsrs, é o meu tudo...

Anônimo disse...

Adorei o post...com toda certeza livros são divinos, ampliam nossos horizontes , nos divertem, nos fazem companhia, são conselheiros.

Anônimo disse...

Meu amigo, quanta saudades tuas. E ler tantas belezas é maravilhoso.

Anônimo disse...

Os livros são instrumentos para nossa vontade, abrem caminhos, mas que nós mesmos temos que traçar.

Anônimo disse...

Legal esta homenagem aos livros “divino” . acho também que o livro, não diria ser o melhor amigo, mas um grande companheiro, com certeza é.

Anônimo disse...

Alguém já disse que não há resposta que “não se possa encontrar em uma biblioteca”. Depois que li o texto posso refazer esse ditado “não há resposta que não se possa encontrar na vida interior” parabéns pela didática do textos!